Um dos fatores principais para a sustentação de uma obra são as colunas e a estrutura empregada, o Sistema Construtivo Modular conta com a vantagem de embutir as colunas nas paredes, economizando na mão de obra e dispensando o uso excessivo de concreto e madeira.

Alguns construtores embutem os vergalhões das colunas (arranques) na fundação, que é o mais indicado, seguindo sempre a planta grautes e aberturas. Outros preferem colocar os vergalhões após o assentamento da primeira fiada da seguinte forma: com furadeira e broca da mesma espessura do vergalhão, faça os furos nos locais indicados na planta e depois insira os vergalhões cortados com 1,60m.

Quando o assentamento atingir a altura de meio metro, indicamos fazer a primeira amarração das colunas de sustentação utilizando os grampos (nos cantos e encontro de paredes), preenchendo todos os grautes com concreto fino (3 partes de areia X 1 parte de pedrisco X 1 parte de cimento). Repita a distribuição dos grampos nas fiadas do canaleta e também entre a contra-verga e a verga.

O Tijolo Modular Canaleta é distribuído por toda a obra, sendo utilizada como viga de amarração horizontal, recebendo ferro e concreto formando uma cinta. A cinta formada por tijolos canaleta são utilizadas em 3 fiadas em sua obra, nas contra-vergas (abaixo das janelas), vergas (acima de portas e janelas) e na ultima fiada (antes dos oitões).

Nas fiadas que receberão os tijolos canaleta são utilizados tijolos simples nos cantos, sendo feito uma cava para conduzir as ferragens e nos encontros de paredes a cava é feita no próprio tijolo canaleta.Com as ferragens no lugar, use copos dercartáveis para manter os dutos abertos, más antes de concretar molhe as partes que receberão o concreto, isto irá auxiliar na cura.

Menu